Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro 17, 2014

Limite do castigo: 'Se há intenção de machucar, vira maus-tratos'

Ana Beatriz Barbosa analisa métodos na hora de educar filhos e diz que muitos castigos passam dos limites e podem ser considerados até tortura.
Castigos são vistos como a melhor alternativa na hora de educar os filhos. Mas, alguns casos de excesso despertaram a discussão sobre os limites na correção. No café da manhã do Mais Você, Ana Maria conversou com a psiquiatra Ana Beatriz Barbosa sobre a necessidade do castigo na educação dos filhos. Para a especialista, a cultura do "não" é uma escolha errada. "O cérebro não registra o 'não', é melhor um trabalho de disciplina em parceria com a escola", explicou, alertando ainda que o castigo pode ser eficiente dependendo do método aplicado.   A apresentadora exibiu reportagens de crianças que passaram por situações de castigos muito rigorosos. Como por exemplo, o caso de um menino de sete anos que teve as mãos queimadas e o rosto machucado pela mãe, no  Amapá, por causa de uma moedinha de um real. Ana Beatriz Barbosa…